terça-feira, 6 de setembro de 2016

Casas #5 - Haberdashery


Na mesma altura em que compreikit de ponto cruz Lilliput Lane "Livraria" de que já falei aqui, no "John Lewis", em Londres , adquiri mais dois, sendo um deles este "Haberdashery" (que se pode traduzir por retrosaria, já que a tradução que me propuseram quer o google, quer um dicionário velhinho, de "loja de miudezas" não me agrada). 

Demorei anos a pegar nestes kits, mas quando finalmente me decidi, foi um prazer fazê-los!

Fotos PNLima

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada pela visita! Ficou gira, é verdade! (tenho uma casa para acabar ainda, mas as marcas das telhas, em ponto atrás, fazem-me perder a paciência de cada vez que lhe pego)

      Eliminar
  2. Eu gosto de lojas de miudezas, lembra-me galinhas mortas e a gente a pôr a mão lá dentro daquele morno um bocadinho execrável e a retirar coração, fígado, rins e outras miudezas:).

    A expressão "loja de miudezas" faz-nos esperar tudo daqueles cafundós onde os empregados se perdem voltando carregados com as coisas mais estranhas. São lojas mágicas, há ali de tudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita! Detesto as primeiras miudezas de que fala. Aliás pensei imediatamente na provação que era em miúda ir à praça com a minha mãe e sentir o cheiro das carnes mortas e dos peixes!
      Gosto no entanto daquelas lojas tipo as velhas drogarias em que se encontra de tudo e do mais inesperado que há!

      Eliminar
  3. Paula,

    É linda! E a minha cara.
    Gosto muito de retrosarias e drogarias e daquelas mercearias antigas que até pijamas vendiam.
    A Paula tem talento. Venham mais!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita! Eu costumo dizer que me limito a copiar os esquemas que gosto! Mas gosto tanto de fazer ponto cruz, representando uma forma de descansar a mente do dia-a-dia (esta foi feita para a sogra!)
      Descobri há uns tempos uma drogaria espectacular na zona onde vivo (uns amigos indicaram-me, para poder comprar perborato para tirar nódoas), uma verdadeira caverna do Aladino! E retrosaria tinha de ser a da menina Isabelinha em Algés (que já desapareceu!)

      Eliminar
  4. Estas lojas estão a acabar os seus dias, infelizmente. Ainda me recordo delas, vendiam tudo e mais alguma coisa. O trabalho de ponto de cruz, ficou bem bonito:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita! Ainda há pérolas escondidas por aí! Raras é verdade!

      Eliminar
  5. Retrosaria ou drogaria, lembro-me muito delas, especialmente naqueles bairros mais típicos que ainda mantêm estas lojas em funcionamento...
    O quadro está muito bonito!Gosto especialmente do telhado e da calçada!
    Beijinhos

    ResponderEliminar