quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Winnie the Pooh - 2010 - Inês


Não sou da geração em que o Winnie the Pooh triunfou por cá, fazendo as delícias da pequenada (eu sou mais colecção Manecas, os velhos Cavaleiros Andantes do pai, o Vickie, ou a Heidi), mas reconheço a dita "fofice" do boneco que permite uns belos trabalhos de ponto cruz, como também já mostrei aqui .

Feito em 2010, para comemorar o nascimento de uma Inês, aproveitei e usei um esquema que também incluía o Piggly Wiggly, amigo de aventuras do Winnie the Pooh.

Foto PNLima

14 comentários:

  1. Os primeiros desenhos animados que tenho memória são os do Vickie e os da Heidi, e adorava ambos. Cheguei a ter um bolo de aniversário e um mealheiro em forma de Heidi, mas nunca tive nada do Vickie e tenho pena.
    Conheces este blog? http://geracaoheidi.blogspot.nl/
    Bom dia! :-)

    ResponderEliminar
  2. Obrigada pela visita! E a Abelha Maia e o Marco? Tanta coisa que viamos, em apenas dois canais e chegavam. O excesso de escolha e informação hoje em dia baralham-nos um bocadito! Do Vickie, depois de ver os desenhos animados, tive uns livros, como prenda de Natal do meu pai, mas quase em segredo, porque não se podia dizer à mãe Odete que ele tinha gasto mais x em livros (orçamento familiar muito, mas muito apertado). Os bolos lá por casa eram feitos pela D. Odete, com cobertura de claras e açúcar e cheios das bolinhas coloridas ou prateadas, com as respectivas velas (que saudades!) O tesxto do blog tem por base um mail que circulou em tempos na net e que também eu recebi :-)

    ResponderEliminar
  3. Quando se olha para este trabalho de ponto de cruz, os bonecos até parecem possuir animação, muito bonito! :)

    ResponderEliminar
  4. Gostava imenso da Abelha Maia (a música do genérico era muito gira, muito alegre) e do Marco também, claro.
    :-)
    Depois da morte do meu pai (tinha quase 7 anos), o nosso orçamento também era muito apertado (e o país também não estava bem - houve dois resgates nessa altura, em 77 e 83).
    Nessa altura, era muito difícil comprar brinquedos.
    Lembro-me da minha avó fazer pão-de-ló assim, com cobertura de claras e bolinhas prateadas. Fizeste-me sorrir, agora, pela dupla doce lembrança. :-)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh! Gosto de provocar boas lembranças! Claro que dessa época e sendo de uma família de "buchas" os lanches de aniversário eram fabulosos, com salame, arroz doce, bolinhos de coco, etc's! Tinha dois amiguinhos, uma desde que nasci e o outro lá do prédio que eram péssimos para comer, mas na casa da mãe Odete até pareciam outros (as mães ficavam arreliadas!)

      Eliminar
  5. Gosto muito de um bom salame de chocolate. Molotof, pudim flan, gelatina e bolo de bolacha também. Muito, mesmo. Uma das minhas vizinhas, mais velha que eu 4 anos, fazia um bolo de bolacha que era uma categoria...Arroz-doce já não aprecio e a minha mãe até o fazia muito bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O bolo de bolacha da tua amiga devia ser parecido com o do meu tio, que delícia!

      Eliminar
  6. Giro!
    Tenho uma sobrinha chamada Inês.

    A minha mãe também fazia o pão-de-ló (que eu também faço) e punha-lhe um cobertura branca de açucar e limão e as tais bolinhas pequeninas, coloridas (isso já não faço)!

    Boa tarde:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita! Ficu engraçado, é verdade! E acho que um dia destes vou ter revisitar o pão de ló com cobertura, da minha mãe! :)

      Eliminar
  7. Começo a pensar que não tenho geração a que pertença. Mau, mau.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita! As gerações não têm qualquer importância. Eu acho que sou mistura de várias, pela influência que os mais velhos tiveram em mim e pelo contágio com gente mais nova, portanto também não tenho uma específica! :)

      Eliminar
  8. A sorte da Inezinha!
    Uma doçura...
    ~~~~~~

    ResponderEliminar