segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Coro e Orquestra Gulbenkian "Grandes Coros"

Se como eu passou a infância lá pelos anos setenta do séc XX, são-lhe familiar as caixas de discos vinil das Selecções. Uma das que me lembro é  "The Magic of Mantovani" e acho que foi com essa caixa que me familiarizei com muitas das grandes árias de ópera, estando entre as minhas favoritas os "Grandes Coros". Claro que essas caixas traziam-me maravilhosas suspresas como a banda sonora do filme /musical "Hair" que só vi muito mais tarde, mas do qual sabia as músicas na ponta da língua.

Esta introdução toda é única e exclusiva para falar do fantástico concerto a que tivémos oportunidade de assisitir ontem na Fundação Gulbenkian, com o Coro e a Orquestra Gulbenkian dirigidas pelo fabuloso Jorge Matta. Entre peças mais desconhecidas para mim como o "Coro dos Peregrinos" do "Tanhäuser" de Richard Wagner, apareceram também das mais conhecidas como o "Coro dos Ciganos" de Giuseppe Verdi.


Um conselho: se alguma vez for ver o Coro Gulbenkian, não saia assim que termina o programa que está escrito. Há sempre uma surpresa adicional, neste caso com o belissimo e sentido "Va pensiero" de Giuseppe Verdi, do "Nabucco" (lembra-se da série, na RTP, sobre a vida do Verdi?)!


Os trechos que apresento não são do Coro Gulbenkian, já que no Youtube não existem estas árias cantadas por eles!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Simon & Garfunkel "A Hazy Shade Of Winter"


Já passou por aqui a versão das Bangles, mas nada como os originais!

Letra e Música : Paul Simon e Art Garfunkel

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Exposição “Cidade Gráfica. Letreiros e reclames de Lisboa no século XX”

Este fim de semana, um passeio por Lisboa deu-nos também a oportunidade de vermos uma das exposições organizadas pelo MUDE, conhecidas por "MUDE Fora de Portas", enquanto o edifício do Museu se encontra em requalificação (que esperamos seja breve). O MUDE é um dos meus museus lisboetas favoritos, tendo uma colecção fabulosa.


Esta exposição "Cidade Gráfica. Letreiros e reclames de Lisboa no século XX" permitiu-nos recordar uma Lisboa das nossas memórias e está patente no Convento da Trindade, até 18 de Março de 2017. 


Rossio e os néons

Os Dez Mandamentos - Cinema Império
Fotos PNLima

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Royal Albert Hall

Elgar: Pomp and Circumstance - BBC Proms 2014


Kern, arr. Williams: 'Ol' Man River' - BBC Proms 2014

Um dos sonhos da minha vida era um dia entrar no Royal Albert Hall. Porquê? Durante anos vi os "Proms" na televisão, quando os mesmos eram transmitidos na RTP 2. Hoje em dia, de vez em quando, aparecem ainda na RTP 2, embora um bocado perdidos no meio da programação ou então são repetidos pela BBC Entertainment.
Estive lá antes de começar a temporada dos ditos, mas entrei na sala, já que tivémos a sorte de encontrar bilhetes para o espectáculo em cartaz na altura, o "Lago dos Cisnes". E a sala não me decepcionou, nem o público! Não posso deixar de referir que no intervalo se podia beber vinho, águas e diversos refrigerantes servidos em copos de vidro e levados para o interior da sala, tal como diversas garrafas, tendo até tropeçado numa delas, deixada no chão entre as cadeiras, que se fossem atirados lá bem do alto onde estávamos até poderiam esmagar a cabeça de um qualquer bailarino ou público nas primeiras filas.
Caso possam e encontrem bilhetes, qualquer que seja o espectáculo, vale a pena visitar!

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Para a cozinha...


Um "oldie".

Feito em 1996, a partir de um esquema da "Labores del Hogar", a pedido de uma amiga. O destaque tem todo a ver com o ponto atrás, em tons mais escuros, já que as cores base são cinzas claros e bejes.

Foto PNLima

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Rita Coolidge - All Time High


Há vozes que nos ficam na memória, sendo esta uma delas.

Rita Coolidge ficou famosa por cá no tema de uma das novelas da Globo, estávamos nós no início da onda "telenovela" ("We're All Alone" / "O Astro"). Ontem, numa maratona 007 que um dos canais cabo nos proporcionou (e fiquei por aí a perceber que prefiro Roger Moore a Sean Connery), na entrada de "Octopussy", aparece a música/tema que acompanha o filme e sendo a voz muito familiar tive que esperar que o genérico mostrasse o seu nome para perceber quem era.

Vale a pena rever os "007" e relembrar algumas das músicas que ficaram famosas (estes novos temas, das Adele's e companhias, não lhes chegam aos calcanhares)!

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Artes de mãe...


Nada como arrumar o "Natal" (que me custa sempre), para (re)descobrir mimos que por vezes ficam esquecidos numa gaveta, sem qualquer intenção, que nos permitem recordar os que nos são mais queridos, mas que já partiram.

Este naperon foi inventado e executado pela minha mãe. Podemos dizer que foi feito a meias, já que o entremeio foi feito por mim e a custas de um buraco/calo no dedo em que a agulha de crochet se "apoiava" para furar o buraco do próximo ponto.

Daí para o naperon só foi mesmo preciso tecido, desenhos para bordar e engenho, que não lhe faltava.

Foto PNLima

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Como é que as "Dunas" nunca passaram por aqui? / Bom Dia de Reis

Se há canção que gosto, desde sempre (e sobretudo na versão ao vivo), é "Dunas" dos GNR. Estive dar uma vista de olhos nas "minhas músicas" publicadas e não há uma única deste grupo que me acompanha desde o tempo do liceu. Para colmatar essa falha, fica o já referido "Dunas", em versão ao vivo, do album "In Vivo".



Bom Dia de Reis!
Imagem retirada da net

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Ano Novo (Vida Nova, dizem)

Se 2016 me ensinou alguma coisa sobre mim, que ainda não soubesse, foi que sou uma mulher de um projecto só de ponto cruz, de cada vez. Não vale a pena tentar fazer mais do que um projecto ao mesmo tempo, em esquema de rotação (cria-me stress e esse não é o meu objectivo).

Ainda tentei, já que comecei praticamente na mesma altura este kit:
Le Bonheur des Dames "Couronne de Noel"

E este: 
Le Bonheur des Dames - "Mars - Bienvenue a La Maison"

Até já tenho o "Março" começado mas a Coroa de Natal foi crescendo já tenho cerca de dois terços feito (ou quase).
Assim que este estiver terminado, voltemos ao Março... 

domingo, 1 de janeiro de 2017

Feliz Ano Novo / Happy New Year

(com a devida vénia a Charles Schulz)
Votos de que este Novo Ano tenha um grande começo, a todos que passam por aqui!
(Wishing all of you a great start for 2017!)

Aproveitem e escutem "Bohemian Rhapsody", dos Queen, mas numa versão especial: