quarta-feira, 19 de julho de 2017

Le Tour 2017


Este ano, pela primeira vez, estamos lá por casa a acompanhar o Tour em todas as suas etapas.

Se a etapa final nos anos anteriores (Paris, Champs Elysées) nos despertou sempre a atenção, por terminar numa das nossas cidades favoritas, também achámos interessantes as etapas e decidimos este ano tentar ver o máximo possível. Não só é um evento desportivo interessante, como nos mostra zonas de França que, de outra forma, não teríamos oportunidade de ver e de 4 em  4 anos estendem a prova a todo o país (este ano falharam, por exemplo, a zona da Bretanha).

Se nos outros anos anteriores o vencedor estava decidido praticamente desde o começo, este ano está mais difícil e já estamos na terceira semana de Tour, com quatro potenciais candidatos. A etapa de hoje e a de amanhã, por serem de montanha (Alpes), de acordo com os excelentes comentadores RTP João Pedro Mendonça e Marco Chagas, são decisivas para se saber quem vai vencer o Tour.

Se puderem espreitar, vale a pena, pelas subidas e vertiginosas descidas, a velocidades estonteantes para quem anda de bicicleta, em que uma curva mal feita pode representar, por queda, num abandono da que é, no ciclismo, a prova mais cobiçada! 

P.S.: até no ponto de cruz se encontram fãs do Tour como descobri ao ver os canais Youtube/flosstube de duas bordadeiras!

4 comentários:

  1. O Tour de France dese ano faz mesmo "homenagem" ao célebre álbum dos Kraftwerk: um verdadeiro espectáculo!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. Vale a pena ver so para vermos as paisagens maravilhosas do interior da Franca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida! E a etapa final em Paris permite matar saudades da nossa cidade favorita (e Julho com chuva, como parece ser hábito lá)

      Eliminar