segunda-feira, 25 de setembro de 2017

A mosca...**


"...A nossa única companhia era a mosca, a mosca ordinária e caseira... Digno e venerável animal! Em qualquer lugar em que o homem penetre, deserto, montanha, caverna - a mosca lá está. Foi este decerto o primeiro dos seres vivos que surgiu sobre a terra. Já havia moscas para pousar no nariz de Adão. O derradeiro há-de morrer com uma mosca a zumbir-lhe em torno à face. E talvez haja moscas no Paraíso."

in "As Minas de Salomão de Rider Haggard" trad. Eça de Queiróz

4 comentários:

  1. A mosca é terrível não nos larga, corremos com ela e regressa sempre é um martírio... mas havia uma "Mosca" de que gostava sobre o aspecto de suplemento cultural do "Diário de Lisboa", essa sim gostava muito de a ter comigo para ler, as outras fugir delas, como refere Eça/Haggard!!!
    Já a mosca do Garfield só pode ser um comentador a colocar a leitura em dia...
    Bom dia!

    ResponderEliminar