sexta-feira, 6 de abril de 2018

Às vezes sinto-me assim:

Com a devida vénia a Gerhard Haderer
que tão bem representa uma (terrível) nova realidade!

4 comentários:

  1. Por vezes também me sinto um estranho numa terra estranha a ler um livro no café ou no comboio:-)
    Excelente post!
    Bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada como manter os nossos bons hábitos e não ir atrás das restantes "ovelhas"!

      Eliminar
  2. O direito à diferença..:-)
    Um bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre. Esse é o nosso caminho ;-)
      Bom fim de semana!

      Eliminar