quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Nureyev...

Por causa de um post no Prosimetron, a parabenizar o jovem bailarino português António Casalinho pela série de prémios e medalha ganhos aos 14 anos, que pode ver aqui, foi impossível não me lembrar de Nureyev, bailarino russo (1938-1993), que sempre admirei e que descobri na RTP quando, em tempo de férias natalícias, passavam magníficos solos e pares de bailado clássico, durante a tarde, bem como árias de ópera. Assim aprendi muito e alarguei a minha cultura geral (programas com qualidade e educativos estarão perdidos?)

Ficam três imagens deste magnífico bailarino:
Nureyev no camarim
Gilles Caron
"Exposition Gilles Caron à l’Hôtel de Ville"

O par perfeito - Margot Fonteyn e Rudolf Nureyev


A sua longa carreira passa inclusivé por uma participação nos "Muppets" (meus favoritos), onde faz uma homenagem ao musical, cantando e dançando "Top Hat", que pode ver aqui.

PNL

P.S. Obrigada à MR pelos belos marcadores!

10 comentários:

  1. Também gostava de ver bailado na TV quando era criança/jovem. Bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E quanto nos entretinham...
      Bom fim de semana!

      Eliminar
  2. Em criança vi um filme sobre ele no cinema Tivoli, vou tentar descobri-lo!
    Boa tarde!

    ResponderEliminar
  3. Era um grande bailarino, tambem me lembro de ver muitos programas de danca com ele e a Margot Fonteyn.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deslumbro-me com a leveza de ambos, sempre!

      Eliminar
  4. Nureyev era com certeza uma figura marcante no mundo da dança
    abraços

    ResponderEliminar
  5. Este bailarino era de outro mundo. Tive sorte e vi-o ao vivo no São Carlos e no Coliseu.
    Não me lembro de ter visto nenhum filme sobre ele no cinema. Mas tenho alguns DVDs. E muitos livros. Já me tenho espetado como com un romance inspirado na vida dele, O bailarino de Colum McCann, que é uma boa porcaria, para ser educada.
    Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que inveja tenho (da boa). Nureyev ao vivo (suspiro), que maravilha!
      Não lerei o dito livro...
      Boa tarde!

      Eliminar